• Facebook
  • Twitter
  • Feed RSS

CODAPAR

27/02/2018

Codapar estuda parceria para a construção de um porto seco na fronteira com a Argentina

27/02/18

No último dia 20, a diretoria da Codapar esteve reunida com agentes públicos e privados em Santo Antônio do Sudoeste para discutir uma parceria e transformar a unidade de armazenagem da Codapar em um Porto Seco.

Inicialmente foram levantados pelo SEBRAE-PR todos os dados que irão embasar o estudo técnico e financeiro necessário para a solicitação da permissão junto à Receita Federal. Considerou-se a posição geográfica diferenciada do município em fronteira seca com a Argentina, a sobrecarga que sofre a unidade aduaneira de Dionísio Cerqueira em Santa Catarina e os benefícios que trará ao município pelo aumento da arrecadação.

No termo de cooperação a ser firmado entre a Codapar e o município de Santo Antônio do Sudoeste ficou acordado que a Codapar entrará com o terreno da unidade localizado em ponto estratégico e com a gestão do processo aduaneiro, dada a longa experiência da Companhia sobre o tema, pois administrou a aduana de Foz do Iguaçu por mais de dez anos e administra atualmente o Porto Seco de Cascavel. A prefeitura de Santo Antônio do Sudoeste aportará os recursos em infra-estrutura para a adaptação da unidade às exigências da Receita Federal, trazendo um aumento considerável na arrecadação de ICMS ao estado e ao município consequentemente.

Estiveram presentes o diretor presidente da Codapar, Silvestre Dimas Staniszewski (Tino), o diretor técnico operacional Sinval Tadeu Amaral Reis e o gerente técnico Francisco Carlos Alves. Pelo município estiveram presentes o prefeito Zelírio Peron Ferrari, secretários e vereadores além de técnicos e empresários da região.

 

Fonte: Comunicação Codapar

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.